Solidariedade Mulher debate feminicídio

convite - Audiência Pública sobre feminicídio em Duque de Caxias
Solidariedade Mulher convida a população para debater o aumento dos casos de feminicídio

A cada cinco dias uma mulher é vítima de feminicídio no Rio. Somente em Duque de Caxias foram registrados cinco casos e outras 25 tentativas de feminicídio em todo ano de 2018. O levantamento feito pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) mostrou que a cidade foi a que mais teve casos de violência contra a mulher, com pouco mais de 3800 notificações. Os números serão debatidos com a sociedade em audiência pública, na Câmara de Vereadores de Duque de Caxias.

Número de casos de feminicídio vem aumentando

O encontro, promovido pelo Solidariedade Mulher, vai debater a política de segurança pública e de assistência social de amparo à mulher em todo estado. De acordo com a presidente do Solidariedade Mulher de Duque de Caxias, Roseli Duarte, o evento é voltado para o debate sobre o aumento da violência contra a mulher.

Roseli Duarte, presidente do Solidariedade Mulher Duque de Caxias

A presidente do Solidariedade Mulher de Duque de Caxias, Roseli Duarte, vai falar sobre o aumento do caso de feminicídios

Roseli afirmou que os números apresentados pelos ISP tendem a ser ainda maiores esse ano, devido as políticas de enfrentamento à violência contra a mulher, que incentivam as denúncias de casos dentro de casa.

“Tivemos números alarmantes em todo ano passado, mas esse ano tivemos uma piora. Apenas em janeiro foram registrados 1073 casos de violência, isso somente em Duque de Caxias. Acreditamos que o aumento das denúncias se deve a ampliação dos nossos centros especializados de atendimento à mulher e também ao incentivo da sociedade. As mulheres estão tendo mais coragem para denunciar”, disse Roseli. 

Solidariedade em defesa das mulheres

O deputado federal Aureo Ribeiro, presidente estadual do Solidariedade, destacou que o partido tem uma política clara em defesa das mulheres e na participação política das mulheres no debate público.

Presidente estadual do Solidariedade, Aureo Ribeiro

Deputado federal Aureo Ribeiro apresentou projeto de lei em defesa das mulheres

“O Solidariedade é o partido que incentiva a participação da mulher no debate político. Sou autor da lei que cria o crime de importunação sexual e a defesa da mulher é uma das nossas bandeiras. O tema precisa ser debatido com a sociedade. Não podemos aceitar que tenhamos números tão altos em nosso estado e na nossa cidade”, reforçou o parlamentar.

A audiência pública terá a participação da delegada da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, Dra. Fernanda Fernandes, do Diretor Acadêmico do Departamento de Serviço Social da Unigranrio, Professor Doutor Adriano de Oliveira, da Coordenadora da Patrulha Maria da Penha, Neuseli Daris Pereira, além de representantes da Secretaria de Assistência Social de Duque de Caxias, vereadores e autoridades do município.

A audiência acontece no dia 12 de agosto, às 17h30, na Câmara Municipal de Duque de Caxias, que fica no Viaduto Paulo Lins, número 41, no bairro Jardim 25 de Agosto.